8ª viagem

8ª equipe

Estivemos em Dondo no período de 19 de abril a 01 de maio de 2015. Fomos um grupo de 17 pessoas formado por uma médica, um estudante de medicina, duas enfermeiras e várias incríveis pessoas do grupo de apoio que trabalharam muito na logística, triagem, cuidados com as crianças.

 

Ana Carolina Toledo Detoni

Ana Marta Reis

Carolina Barbosa lemos

Eliane Oliveira

Fernanda Caminoto

Maria Inêz Toledo Detoni

Genilda Freitas

Jane Silva

Jocasta Iasbeck

Juliana Pontes Pinto Freitas

Mauricio Calhau Freitas

Maria aparecida Fagundes

Mariana Cavechia

Nelson Donizete  Junior

Paulo Eduardo Arantes

Rafaella Freitas

 

Reencontramos a Elina, a criança que estivemos cuidando em setembro de 2014 pois tinha sofrido uma queimadura no braço. Ela está muito bem. Sua mãe ficou feliz em nos ver. Também conhecemos a irmãzinha dela que nasceu. Valeu ver o sorriso dela de novo.

Conhecemos o João. Ele foi o nosso primeiro paciente que ficou internado em nosso alojamento conosco. Uma criança com quadro grave de Kwashiokor. Sua mãe e seu irmãozinho Domingos também ficaram conosco e pudemos cuidar deles com muito carinho.

Conhecemos o pai do João que num café da manhã conosco fez uma oração simples mas extremamente poderosa na qual ele reconhecia que a vida daquela criança estava na mão de Deus. Quantas vezes nós aqui nos enganamos e achamos que a vida dos nossos filhos está nas nossas mãos…

Uma história que mecheu conosco foi a vida da Eva. Ela é uma adolescente orfã da AIDS. Ela também é portadora da doença. Ela recebe do governo o tratamento da doença mas não faz uso regular da medicação por uma questão muito simples: ela disse que quando toma os remédios ela sente mais fome. O que fazer? Precisamos crer e confiar em Deus mas ao mesmo tempo precisamos nos envolver mais com a vida dessa criança…

Conhecemos também a Natália. Essa criança tem sequela de doença congênita ou seja que ela adquiriu durante a gravidez… Isso porque em Moçambique ainda é bastante complicada a questão do acompanhamento pré-natal. Em decorrência disso e da dificuldade de alimentação essa criança encontrava-se extremamente desnutrida e foi internada para se recuperar.

Outra história que nos comoveu foi a história dessa mãe de 18 anos que após o parto apresentou um quadro de crise convulsiva e ficou com sequela motora no lado esquerdo do corpo. Para amamentar sua filha recem nascida ela precisa da ajuda de outras mulheres para segurarem o bebê na altura da mama. E a nenezinha mama tão bem…

Um momento tambem especial foi a nossa visita à Prefeitura de Dondo. Firmamos uma parceria com a secretaria da educação de lá. Entregamos os computadores, impressora e acessórios de internet que adquirimos para dar andamento ao curso que nossa equipe da educação irá ministrar aos professores de lá.

Tivemos tambem a oportunidade de estar com o pessoal da Universidade Catolica de Mocambique. Juliana pode dar uma aula para os alunos do primeiro ano de medicina.  Paulo teve a oportunidade de compartilhar uma palavra com os alunos da Medicina, Farmacia e Enfermagem.

 

 

 

 

 

Durante dez dias estivemos em Moçambique a fim de fazermos a diferença, e assim fizemos. Para mim foi momentos de grande aprendizado. Em todos os dias não faltou o que fazer, ninguém ficou parado, porém nos momentos em que não podíamos fazer mais nada, vimos a mão de Deus agindo. Senti desconfortável em vários momentos ao dar o resultado dos testes, mais de 40%  e em alguns lugares 52% dos testes de HIV realizados, o resultado era positivo, onde a maioria não tinha a menor noção sobre a doença, qual o meio de transmissão e como preveni-la. Atendemos, medicamos, realizamos testes rápido de HIV e Sífilis, fizemos palestras de educação em saúde, distribuímos doces e brinquedos, oramos e principalmente amamos aquelas pessoas. Deus sabe das minhas e das suas limitações e fraquezas, mas Deus continua contando comigo e  com você. Sei que há muito que tem que ser feito, mas podemos começar com o primeiro passo: nos importarmos!

Luciana Corsino (enfermeira – voluntária em três viagens)

3 comentários em “8ª viagem

  • 24 de setembro de 2016 em 3:55 AM
    Permalink

    Como faço para ir na missão África ?

    Resposta
  • 24 de setembro de 2016 em 3:55 AM
    Permalink

    Como faço para ir na missão África?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *