6ª Missão

Estivemos em Dondo no período de 12 a 24 de abril de 2014. Fomos um grupo de 15 pessoas formado por duas médicas, um estudante de medicina, uma enfermeira, dois professores e várias incríveis pessoas do grupo de apoio que trabalharam muito na logística, triagem, cuidados com as crianças.

ANA CAROLINA TOLEDO DETONI
BRUNA GUERRA MARQUES
CAROLINA BARBOSA LEMOS
EMERSON RIBEIRO FERREIRA
FRANCISCO JOSE GONCALVES DUTRA
JULIANA PONTES PINTO FREITAS
KESIA CRISTINA BORGES LIMA
LÉIA BEATRIZ
LUCIANA LEITE CORSINO BORGES
MARIA APARECIDA SILVA FAGUNDES
MARTA PONTES PINTO
NATASHA FRANCO OKADA
PAULO EDUARDO DE ARANTES
RAFAELLA FREITAS FERREIRA DE CASTRO
VALMIR DE FREITAS COSTA

Visitamos as comunidades de Mutua, Samora Machel, macharote, Nhamaiga, zona C. Recebemos na Jocum crianças do bazar chiverano. Fomos ao centro nutricional. Visitamos a rádio comunitária a qual apoiamos a fundação.

Em Mutua ao atender as crianças da nossa escolinha ficou muito evidente a diferença de saúde delas com as crianças da comunidade. Nossas crianças estão mais saudáveis. Pudemos ver o fruto do nosso trabalho e isso nos animou muito. Em Mutua começamos uma horta e um galinheiro para melhorar a oferta de nutrientes do almoço das nossas crianças. Algumas das nossas crianças foram levadas para ser atendidas por um dentista muito renomado em Beira pois ele se dispôs a ser um voluntário por um dia.

Fizemos palestras em cuidados primários em saúde e planejamento familiar. Mais uma vez realizamos muitos atendimentos e distribuímos muitos medicamentos que haviam chegado lá no contêiner que havia sido enviado antes de nós. A malária mais uma vez constitui um dos grandes problemas pois antes da nossa chegada havia chovido bastante.

Enfim crescemos mais um degrau em amizade e compromisso com nossos amigos moçambicanos e estamos muito animados com o nosso próximo encontro que deverá acontecer no segundo semestre de 2014.

Durante dez dias estivemos em Moçambique a fim de fazermos a diferença, e assim fizemos. Para mim foi momentos de grande aprendizado. Em todos os dias não faltou o que fazer, ninguém ficou parado, porém nos momentos em que não podíamos fazer mais nada, vimos a mão de Deus agindo. Senti desconfortável em vários momentos ao dar o resultado dos testes, mais de 40%  e em alguns lugares 52% dos testes de HIV realizados, o resultado era positivo, onde a maioria não tinha a menor noção sobre a doença, qual o meio de transmissão e como preveni-la. Atendemos, medicamos, realizamos testes rápido de HIV e Sífilis, fizemos palestras de educação em saúde, distribuímos doces e brinquedos, oramos e principalmente amamos aquelas pessoas. Deus sabe das minhas e das suas limitações e fraquezas, mas Deus continua contando comigo e  com você. Sei que há muito que tem que ser feito, mas podemos começar com o primeiro passo: nos importarmos!

FOTOS 6º Viagem em Abril de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *